Blog
    

FONTE: GAZETA WEB 

A adoção é um sinal de amor. Adotar também é um ato de coragem e de muita responsabilidade. É preciso ter a mesma vontade que se tem ao gerar em seu ventre um bebê. É amor que conquistado, do encontro predestinado entre a mãe, o pai e o filho. É uma escolha de amor.

FONTE: OBSERVATÓRIO G

Uma nova pesquisa constatou que mais do que nunca jovens LGBT planejam ter filhos nos EUA. Intitulado Construção da Família LGBTQ, o estudo questionou a 500 adultos que se identificaram como LGBTQ se eles tinham planos de iniciar ou expandir suas famílias.

FONTE: RFI

Angola descriminalizou a homossexualidade, ao retirar de seu código penal uma cláusula sobre os “vícios contra a natureza”, interpretado como uma “proibição de todo comportamento homossexual”, de acordo com anúncio desta quinta-feira (24) da organização Human Rights Watch (HRW). A legislação data do período colonial.
FONTE: DCM

O tradicional arranjo de família — com pai, mãe e filho(s) — mudou. Além das formações convencionais, novas configurações crescem e mostram desafios diários enfrentados por mães e pais sozinhos, divorciados que unem as famílias, crianças que são criadas pelos avós, coparentalidade e casais homoafetivos que lutam para que seus afetos sejam respeitados. O que há de comum entre eles é o amor, cada um à sua maneira. As diferentes formas de composição familiar mostram que o gênero, a idade e o status civil de quem cria não importam; prevalecem sempre o respeito e a união.

FONTE: OBSERVATÓRIO G

Serena Galassi e Giada Buldrini realizaram inseminação heteróloga há cerca de seis anos, na Espanha. O resultado foi positivo e nasceram dois gêmeos no ano seguinte, em 2013. Moradoras de Riccione, na Itália, as mães lésbicas tentaram registrar, há algumas semanas, os filhos com o nome das duas. No entanto, o município da região da Emília-Romanha rejeitou o pedido.

FONTE: CM

Conceição é mãe de Pedro. É mestra em Educação pela PUC/SP, compõe o Coletivo Di Jejê, um espaço de formação e produção de conhecimento sobre a mulher negra, para a mulher negra, feito por mulheres negras. É mãe de Pedro e ao escrever sobre a sexualidade do filho constrói a realidade de uma forma muito concreta, como reflexão.
Página 1 de 73
Viver amor na família

O amor que nos une, nos torna uma família.

FAMÍLIA
Lei nº 12.010 de 2009 - Artigo 25 : "Entende-se por família extensa ou ampliada aquela que se estende para além da unidade pais e filhos ou da unidade do casal, formada por parentes próximos com os quais a criança ou adolescente convive e mantém vínculos de afinidade e afetividade." (Incluído pela Lei nº 12.010, de 2009)

“Na estação da vida fomos atraídos pelo vagão do destino que nos levou para uma maravilhosa viagem de encontro ao amor.”