Blog
    
Domingo, 08 Abril 2018 15:55

Série “Um olhar sobre a adoção”

FONTE:  IBDFAM

Projeto Crianças Invisíveis: Por um olhar de todos nós!

“A prevalência hoje é da filiação socioafetiva”. A frase da vice-presidente do Instituto Brasileiro de Direito de Família – IBDFAM, Maria Berenice Dias, expressa o posicionamento da entidade no tocante à adoção. Hoje, o Brasil tem mais de 47 mil crianças e adolescentes* esquecidos em instituições de acolhimento. Pior: totalmente invisíveis intramuros. Deste número, 7.985** constam do Cadastro Nacional de Adoção, de acordo com o Conselho Nacional de Justiça – CNJ. E aptos à adoção são 4.769 crianças e adolescentes. Em contrapartida, segundo o mesmo órgão, existem um total de 41.035*** pretendentes cadastrados, sendo que disponíveis 38.495. Uma conta que não fecha.

FONTE: VEJA
Aplicativo foi criado pela Kick It Out, organização que defende o fim do preconceito contra LGBTs no futebol, e recebeu apoio dos atletas e clubes do país
A Kick It Out, organização que combate o racismo e o preconceito contra grupos LGBT no futebol, lançou nesta quarta-feira, com apoio dos atletas e clubes do Campeonato Inglês, um aplicativo de denúncia contra a homofobia e transfobia nos estádios.
FONTE: CONJUR - Por João Ozorio de Melo
Duas ações judiciais movidas contra o Departamento de Estado dos EUA nesta semana alegam que o governo americano ainda não respeita inteiramente a decisão da Suprema Corte do país, de junho de 2015, que legalizou o casamento entre pessoas do mesmo sexo com base no princípio constitucional da igualdade de direitos.
Os dois casos são semelhantes. Cada um deles se refere a um casal formado por um cidadão americano e um estrangeiro, com dois filhos. Para conceder cidadania às crianças, o Departamento de Estado exigiu exame de DNA dos pais, para comprovar que cada uma das crianças tinha “sangue americano”.
FONTE: EXAME
Rached Ghannouchi diz que não há razões para interferências nos desejos e nos comportamentos das pessoas porque elas são livres
O chefe do partido islamita da Tunísia, Rached Ghannouchi (Fethi Belaid/AFP)
O líder do partido islâmico tunisiano “Movimento Ennahda”, Rached Ghannouchi, afirmou que a “a homossexualidade é algo natural” e defendeu “que não há razões para
interferir nos desejos e nos comportamentos das pessoas, já que cada um é livre para fazer suas eleições e convicções”.
FONTE: EXAME - Por Júlia Lewgoy
O Unicorns Brazil reúne cerca de 150 pessoas para praticar futebol, corrida e treino funcional no Parque Ibirabuera

Há três anos, o Unicorns Brazil se formou com amigos gays que se reuniam para jogar bola. “Faltava um espaço onde eu me sentisse bem e não precisasse esconder quem eu era dentro de campo”, conta o advogado Filipe Marquezin, cofundador do Unicorns.

Desafiar a homofobia não era um objetivo claro, mas se tornou natural. “Heterossexuais são bem-vindos, mas esse é o nosso espaço. Estamos em um momento de mudança e, enquanto não pudermos ser quem somos em todos os lugares, é hora de marcar território”, diz o diretor de arte Bruno Host, cofundador do Unicorns.
FONTE: DW  - Marvia Malik, apresentadora de TV transgênero do Paquistão
Marvia Malik é a primeira transgênero a trabalhar como âncora de telejornal no Paquistão. Em entrevista, ela defende mais direitos para comunidade trans e maior apoio de familiares.
Rejeitada pela própria família quando ainda estava na escola, a paquistanesa Marvia Malik, de 21 anos, estudou jornalismo, financiando seus estudos trabalhando como modelo. Ela foi escolhida pela TV Kohenoor como a primeira apresentadora de telejornal trans do Paquistão.
Viver amor na família

O amor que nos une, nos torna uma família.

FAMÍLIA
Lei nº 12.010 de 2009 - Artigo 25 : "Entende-se por família extensa ou ampliada aquela que se estende para além da unidade pais e filhos ou da unidade do casal, formada por parentes próximos com os quais a criança ou adolescente convive e mantém vínculos de afinidade e afetividade." (Incluído pela Lei nº 12.010, de 2009)

“Na estação da vida fomos atraídos pelo vagão do destino que nos levou para uma maravilhosa viagem de encontro ao amor.”