Blog
    


FONTE: 1 NEWS

Duas mulheres lésbicas espanholas enganaram toda a Igreja Católica, e conseguiram se casar em pleno ano de 1901, na única cerimônia entre pessoas do mesmo sexo celebrada por uma congregação cristã que se tem registro na Espanha. Esta aventura ousada foi resgatada e será transformada em um filme.

Marcela Garcia Ibeas e Elisa Sánchez Loriga se conheceram em um curso para professoras na Corunha. Logo, engataram um relacionamento que foi descoberto pela mãe da primeira citada e acabou sendo enviada para Madrid com o intuito de separá-las.

FONTE: REDE BRASIL ATUAL

Com tema "Poder para LGBTI+, Nosso Voto, Nossa Voz", evento chamou atenção para o voto consciente

Brasil de Fato – Milhares de pessoas ocuparam a Avenida Paulista, em São Paulo, para participar da 22ª edição da Parada do Orgulho LGBT neste domingo (3). Com o tema Poder para LGBTI+, Nosso Voto, Nossa Voz, o evento chamou a atenção para as eleições deste ano, para o respeito às diferenças e se posicionou contra a violência.

FONTE: SUL 21

Neste 17 de maio de 2018, Dia Nacional de Luta Contra as LGBTfobias, vivemos num período obscuro, de perdas de direitos, ataque a democracia, perseguições, assassinatos e prisões de lideranças políticas, enfim, tempos que se parecem com 1964, o período da ditadura militar.

No Brasil 343 LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transexuais) foram assassinados em 2016. A cada 25 horas um LGBT é barbaramente assassinado vítima da “LGBTfobia”, o que faz do Brasil o campeão mundial de crimes de ódio a população LGBT. Matam-se mais LGBTs no Brasil do que nos 13 países do Oriente e África onde há pena de morte contra os LGBT.


    
FONTE: ESTADÃO

Encontro em São Paulo discutiu sexualidade e a abrangência da diversidade. Evento chamou atenção para as eleições e a importância de defensores dos direitos humanos no Congresso Nacional.



FONTE: G1

Bia e Ariane casaram em 2016, após resolução do CNJ obrigar cartórios a registrarem uniões entre pessoas do mesmo sexo. Mesmo assim, neste 17 de maio, Dia Internacional Contra a Homofobia, a equidade está longe de ser uma realidade, especialmente perante à lei.

O Brasil é um dos poucos países no mundo em que o casamento homoafetivo é permitido. O matrimônio ou união entre pessoas do mesmo sexo é reconhecida em ao menos 52 países, segundo dados da associação internacional ILGA (International Lesbian, Gay, Bisexual, Trans and Intersex Association), que monitora as leis relacionadas ao tema há mais de uma década.




FONTE: M DE MULHER

Em 2013 o casamento entre pessoas do mesmo sexo foi regulamentado por aqui. Nesta página, três casais de mulheres falam sobre a mudança em suas vidas.

Há cinco anos o dia 14 de maio representa, para a comunidade LGBTQ+ brasileira, muito mais do que uma data qualquer no calendário. É que desde então, em 2013, o casamento homoafetivo finalmente passou a valer no Brasil, permitindo, inclusive, a conversão de união estável em civil.

Viver amor na família

O amor que nos une, nos torna uma família.

FAMÍLIA
Lei nº 12.010 de 2009 - Artigo 25 : "Entende-se por família extensa ou ampliada aquela que se estende para além da unidade pais e filhos ou da unidade do casal, formada por parentes próximos com os quais a criança ou adolescente convive e mantém vínculos de afinidade e afetividade." (Incluído pela Lei nº 12.010, de 2009)

“Na estação da vida fomos atraídos pelo vagão do destino que nos levou para uma maravilhosa viagem de encontro ao amor.”