Adoção
    

Adoção


FONTE: HORNET 

A adoção homoafetiva é possível. Sabemos que união de pessoas do mesmo sexo é reconhecida como entidade familiar com origem no vínculo afetivo. Dentro desta nova realidade os homossexuais, podem se casar, conviverem em união estável, sendo reconhecidas estas uniões como família, não havendo razão para limitar o a adoção por estes casais.

Por que autorizar a adoção por casais homossexuais?



FONTE: BBC BRASIL - Por Nathalia Passarinho

Joana e Olavo decidiram ampliar a família que já contava com 16 filhos adotivos. Eles acolheram em casa seis irmãos com idades entre 5 e 14 anos, que passarão o primeiro Natal em um lar.

Para Juan, 14 anos, Yago, 12 anos, Evelin, 10 anos, Nathan, 7 anos, Natália, 7 anos, e Ana Paula, 5 anos, este será o primeiro Natal num lar, com pai e mãe, árvore decorada, ceia e presentes. Até Papai Noel passou pela nova casa, uma semana antes do dia 25.


FONTE: PC

No Dia Mundial da Adoção o casal mostra que os filhos podem ser gerados só no coração

Quanto amor pelos filhos o coração de um pai e de uma mãe é capaz de suportar? Quantos filhos um casal é capaz de amar ao mesmo tempo? No caso da Daniela Camporezi Kohatsu e do Douglas Kohatsu, o coração deles é ocupado por 5 lindas crianças. Filhos, que nasceram no coração do casal. A história começa com o Daniel, o primogênito da família, quando ele tinha 9 anos. Daniel foi o primeiro filho a ser adotado pelo casal lá em 2014.



FONTE: RONDONIA VIVO 

Sem condições econômicas e, principalmente, psicológicas de cuidar da filha, os pais abriram mão.

Elizabete viveu uma tragédia. Ainda bebê, caiu da cama nas águas da grande enchente de 2014, em Porto Velho. Teve lesões na cabeça pela queda e pela perda de oxigênio em decorrência do afogamento. Ficou meses no hospital. Os médicos lutaram muito, mas tinham consciência de que o quadro era muito grave, de difícil recuperação.

Mas como a história da menina, que nasceu em Humaitá e filha de mãe dependente química, é permeada pelo improvável, Elisabete sobreviveu. As sequelas do acidente foram determinantes para os próximos capítulos de sua história.

Página 1 de 39
Viver amor na família

O amor que nos une, nos torna uma família.

FAMÍLIA
Lei nº 12.010 de 2009 - Artigo 25 : "Entende-se por família extensa ou ampliada aquela que se estende para além da unidade pais e filhos ou da unidade do casal, formada por parentes próximos com os quais a criança ou adolescente convive e mantém vínculos de afinidade e afetividade." (Incluído pela Lei nº 12.010, de 2009)

“Na estação da vida fomos atraídos pelo vagão do destino que nos levou para uma maravilhosa viagem de encontro ao amor.”