Adoção
    

Adoção


FONTE: G1

Processo jurídico de adoção internacional chega a R$ 30 mil. Deisi Scherer é professora e conheceu o filho adotivo Abel em trabalho voluntário que realizou com o marido no país africano em 2016.

Um casal de Ivoti, cidade distante cerca de uma hora de Porto Alegre, faz campanha na internet para aumentar a família. Deisi e Fernando Scherer já adotaram um menino de Guiné-Bissau e agora querem trazer a irmã biológica dele ao Rio Grande do Sul. Para isso, precisam entrar com processo internacional de adoção, que pode custar R$ 30 mil. Os dois conheceram as crianças quando fizeram trabalhos voluntários no país africano.

FONTE: G1

Varas da Infância e da Juventude têm habilitado cada vez mais pessoas solteiras e casais homoafetivos em união estável, que pretendem formar uma família por meio da adoção.

FONTE: RPA 

Nascida prematura, com apenas 29 semanas (7 meses), pesando apenas 500 gramas e sofrendo com a síndrome de abstinência neonatal – ocorrida quando um bebê que foi exposto a drogas no útero tem sintomas de abstinência, – a pequena Gisele precisou passar três longos meses na UTI neonatal respirando com a ajuda de aparelhos.

FONTE: DN

A adoção por homossexuais ainda é motivo de polêmica, porém a legislação pátria não faz menção a orientação sexual do adotando. Assim, não existe qualquer razão legal para que uma pessoa não seja considerada apta a adotar em razão de sua opção sexual.
Viver amor na família

O amor que nos une, nos torna uma família.

FAMÍLIA
Lei nº 12.010 de 2009 - Artigo 25 : "Entende-se por família extensa ou ampliada aquela que se estende para além da unidade pais e filhos ou da unidade do casal, formada por parentes próximos com os quais a criança ou adolescente convive e mantém vínculos de afinidade e afetividade." (Incluído pela Lei nº 12.010, de 2009)

“Na estação da vida fomos atraídos pelo vagão do destino que nos levou para uma maravilhosa viagem de encontro ao amor.”