Adoção
    

Adoção


 

Por: Por Valéria Bretas

Para 66% das pessoas que estão na lista de espera para adotar uma criança no Brasil, ter um filho adotivo com doença ou deficiência está fora de cogitação.

A dona de casa Karen Isler, de 29 anos, faz parte do grupo que não responde a essa estatística.


Sei que a sua ansiedade é grande esperando seu filho, filha que está talvez em algum lugar neste momento, que não é com você. E com certeza você faz inúmeros planos, tem sonhos e planos para ela (ele).

Como qualquer filiação, a adoção é cercada por mitos, preconceitos medos e dúvidas. A adoção é particularmente especial por suas características únicas e há vivências e experiencias que só aqui encontramos!




Foto: Reprodução JJ - Por: Niza Sousa

O caminho da adoção é longo e complexo, e exige paciência e disponibilidade

Para se ter ideia, Jundiaí tem hoje 129 cadastros de pessoas interessadas em adotar e apenas uma criança (em processo de aproximação) e sete adolescentes à espera de uma nova família. No País, não é diferente. São mais de 37 mil pessoas dispostas a adotar e cerca de 5 mil crianças e jovens disponíveis no Cadastro Nacional de Adoção (CNA).


O Estatuto da Criança e do Adolescente, em seu artigo 8º, assegura a defesa da vida, da saúde e da dignidade, tanto de mães e gestantes, quanto das crianças. Segundo o estatuto, “as gestantes ou mães que manifestem interesse em entregar seus filhos para adoção serão obrigatoriamente encaminhadas à Justiça da Infância e da Juventude”. Além disso, é determinado que deve ser prestada assistência psicológica após tal manifestação 

A falta de conhecimento sobre a regulamentação faz com que muitas mulheres, que não têm a intenção de permanecer com as crianças, coloquem suas vidas e de seus bebês em risco. Segundo a Vara da Infância e da Juventude, o número de mães que procuram a Justiça para entregar seus filhos em adoção é muito baixo, principalmente pelo desconhecimento pelas mães de que a entrega é um processo legal.

Random 1

Viver amor na família

O amor que nos une, nos torna uma família.

FAMÍLIA
Lei nº 12.010 de 2009 - Artigo 25 : "Entende-se por família extensa ou ampliada aquela que se estende para além da unidade pais e filhos ou da unidade do casal, formada por parentes próximos com os quais a criança ou adolescente convive e mantém vínculos de afinidade e afetividade." (Incluído pela Lei nº 12.010, de 2009)

“Na estação da vida fomos atraídos pelo vagão do destino que nos levou para uma maravilhosa viagem de encontro ao amor.”