Adoção
    

Adoção

Na adoção de crianças com necessidades especiais há necessidade de um ambiente familiar afetuoso, preparado para receber esta criança que precisa de ajuda para se desenvolver.
Os pais devem estar cientes de seus limites ( como adultos que são) e conscientes que terão que oferecer cuidados diferenciados, pois são crianças com problemas neurológicos e emocionais ou ainda com distúrbios de aprendizagem. São crianças soropositivas, com síndromes, problemas auditivos, motores, visuais, problemas ortopédicos, cardiopatias, sequelas de sífilis, de maus tratos além de desnutrição. Exigem cuidados permanentes, cirurgia, medicação, enfim investimentos de toda natureza. É um grande desafio!
Domingo, 04 Março 2018 20:41

Os órfãos e as famílias espirituais

FONTE: CHICO DE MINAS XAVIER - TV MUNDO MAIOR | Ricardo Guelfi de Souza

“Agrada a Deus quem estende a mão a uma criatura abandonada, porque compreende e pratica a sua lei.” (O Evangelho Segundo o Espiritismo)

No dia 24 de Dezembro é comemorado o Dia do Órfão. Esta data é importante para lembrarmos daqueles que precisam de uma família.

 
FONTE: FAMÍLIA - Por: Roberta Preto
 
Segundo o Cadastro Nacional de Adoção (CNA), o Brasil possui 4.755 crianças e adolescentes na fila de adoção e, 37 mil pretendes habilitadas, porém, "A preferência da população por adoção são meninas brancas recém-nascidas - o que não é o perfil brasileiro", ressalta a advogada Ivone Zeger, especialista em Direito de Família e Sucessão.
 
Eu cresci num lugar difícil de se viver, mas nada se comparava a vida das crianças que conheci em um lar próximo à escola que eu estudava. Eu adorava visitar esse lugar nos fins de semana, pois tornei-me amiga das crianças que foram deixadas para trás. Estudamos, brincamos e sorrimos juntas. Algumas dessas crianças eram negras, outras brancas e pardas, tinham suas próprias peculiaridades, porém, elas possuíam um mesmo objetivo, desejavam que uma família as adotassem.

FONTE: GAY1 - Foto: Sarah Mariel Photography

A criança foi adotada pela mulher transexual que doou o sangue.
Rekha é uma mulher transexual da Índia que decidiu fazer uma boa ação e doar sangue para um bebê anêmico. Agradecidos pela ajuda, os pais decidiram ir até a casa da mulher para conhecer a pessoa que havia salvado a vida da filha. Mas a visita não foi como o esperado e eles se revoltaram ao descobrir que uma mulher trans havia doado o sangue. Por causa disso, os pais decidiram abandonar a criança, que acabou sendo adotada pela própria Rekha. A história foi publicada no blog “The Stories of Change”.

Viver amor na família

O amor que nos une, nos torna uma família.

FAMÍLIA
Lei nº 12.010 de 2009 - Artigo 25 : "Entende-se por família extensa ou ampliada aquela que se estende para além da unidade pais e filhos ou da unidade do casal, formada por parentes próximos com os quais a criança ou adolescente convive e mantém vínculos de afinidade e afetividade." (Incluído pela Lei nº 12.010, de 2009)

“Na estação da vida fomos atraídos pelo vagão do destino que nos levou para uma maravilhosa viagem de encontro ao amor.”