Família
    
Segunda, 18 Junho 2018 00:17

Casamento gay agita Jaraguá do Sul no ‘mês dos namorados’





FONTE: REVISTA NOSSA

Quem assume sua verdade, age de acordo com os valores da vida, mesmo enfrentando o preconceito e pagando o preço de ser diferente, passa credibilidade, obtém respeito e se realiza. É com esse pensamento que os apaixonados Alencar Santos, 34 anos, formado em técnica vocal e piano clássico e Nando Oechsler, 34 anos, empresário e decorador, se tornarão o mais novo casal de homens que unem os laços em Jaraguá do Sul no mês de junho.

Com o casório, os dois terão direitos antes reservados somente a casais heterossexuais, como adoção de crianças, pensão alimentícia, herança e planos de saúde. “Nos sentimos com uma responsabilidade muito grande, inclusive por trabalharmos no ramo de casamentos, estamos cuidando muito para que haja o máximo de respeito com todos os presentes desde a cerimônia até a festa. O preconceito hoje é considerado crime, e acho que isso fez com que a sociedade se permitisse a ver a homossexualidade com outros olhos e com isso a aceitação veio mais fácil”, comenta Alencar Santos.


Vale lembrar que o reconhecimento de casamento entre pessoas do mesmo sexo no Brasil como entidade familiar, por analogia à união estável, foi declarado possível pelo STF em 05 de Maio de 2011, no julgamento conjunto da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) n.º 4277, proposta pela Procuradoria-Geral da República, e da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) n.º 132, apresentada pelo governador do Estado do Rio de Janeiro. De tal forma, desde 2011 se reconhece a união estável homoafetiva no Brasil, com todos os mesmos direitos da união estável entre um homem e uma mulher. Em 14 de Maio de 2013, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) aprovou uma resolução que obriga todos os cartórios do país a celebrar casamentos entre pessoas do mesmo sexo. O presidente do CNJ afirmou que a resolução remove “obstáculos administrativos à efetivação” da decisão do Supremo, em 2011.

Morando juntos há mais de 3 anos, o casal de apaixonados revela que a preparação para a festa é algo muito importante. Com convidados de várias partes do país, a união contará com o jornalista Rafael Faraco, da NSC TV, como celebrante. Completamente entusiasmados com o dia, o casal revela que decidiu convidar família e amigos que fizeram parte da sua história de vida e acompanharam a carreira de cada um enquanto solteiros. Pelo fato de Alencar Santos ter trabalhado muitos anos em TV, a cerimônia contará com várias personalidades de diversas emissoras e veículos de comunicação. As músicas serão cantadas por um coral de 55 vozes sob a regência da Maestrina Liara Roseli Krobot, o Coral Municipal de Jaraguá do Sul, que será acompanhado pelo Grupo Audium, conhecido por ser um quarteto de cordas e pela pianista Andrea Iargas Malicheski. O evento também adiciona a presença de um tenor lírico de Blumenau, o aclamado Paulo Eduardo Visconti. Para o jantar, no salão de cima contamos com a Banda Tipo Exportação e no salão de baixo um lounge eletrônico animado pelo DJ Diego Feller. O bolo será da Confeitaria Artística Larissa Bisewski de Joinville e terá 7 andares com três recheios em cada andar. Para abrir o baile, haverá uma dança medieval feita pelo coreógrafo Omar Forte da escola Dançar A2. Nando também salienta que durante a dança, as cerimonialistas da equipe Mara Lunelli distribuirão máscaras de Veneza e a festa se transforma num belo baile de máscaras.

Pelo casal já ser conhecido no ramo de casamentos, com Alencar Santos trabalhando como maquiador no ‘dia da noiva’ e Nando sendo especialista em decoração para cerimônias, a pressão para uma festa charmosa e caprichada é grande, mas a dupla faz questão de afirmar que o ponto principal do casamento é celebrar as variadas formas de amor. “Quem sabe quando tudo for uma grande união, bem mais nós saberemos sobre a essência do amor! E aos nossos semelhantes vamos demonstrar que amor em qualquer língua é fácil de se partilhar. Contamos com o apoio de nossos pais, eles se sentem orgulhosos por cuidarmos um do outro e estarão presentes na cerimônia. Procuramos dar suporte ao companheiro em tudo o que decidimos fazer, e procuramos sempre estar presentes e ser participativos na vida social um do outro. Seja nos meus concertos, ou nos espetáculos de dança, sempre estaremos juntos; um brilhando no palco enquanto o outro aplaude em pé! E todo esse companheirismo e cumplicidade faz com que tenhamos uma vida bem mais fácil de ser administrada”, destaca Alencar.

Viver amor na família

O amor que nos une, nos torna uma família.

FAMÍLIA
Lei nº 12.010 de 2009 - Artigo 25 : "Entende-se por família extensa ou ampliada aquela que se estende para além da unidade pais e filhos ou da unidade do casal, formada por parentes próximos com os quais a criança ou adolescente convive e mantém vínculos de afinidade e afetividade." (Incluído pela Lei nº 12.010, de 2009)

“Na estação da vida fomos atraídos pelo vagão do destino que nos levou para uma maravilhosa viagem de encontro ao amor.”