Blog
    




FONTE: HUFF POST

Apesar de a homossexualidade não ser crime no país, gays sofrem constantes perseguições na Rússia.

O governo brasileiro lançou na última quinta-feira (7) uma cartilha de recomendações para os torcedores que pretendem assistir e torcer pela seleção brasileira na Copa da Rússia.

O guia consular provocou comentários ao sugerir que a comunidade LGBT evitasse "demonstrações homoafetivas em ambientes públicos".



FONTE: BRASIL247 

Além de uma república autônoma na Rússia, ser LGBT é crime em todos os participantes africanos na Copa, além de Irã e Arábia Saudita. Em contrapartida, a comunidade tem direitos plenos na Dinamarca, Islândia, Bélgica, Alemanha, França, Holanda, Portugal, Suécia, Argentina, Uruguai, Colômbia, Austrália e Nova Zelândia.

Por William De Lucca – Se dentro de campo, espera-se muita luta por parte dos jogadores das 32 seleções que disputam a Copa do Mundo da Rússia, que começa nesta quinta-feira (14), fora dele a luta dos direitos da comunidade LGBT nestes países ainda é inglória. Em pelo menos sete países participantes da competição, ser gay, lésbica, bissexual, travesti ou transexual é crime, com penas de prisão e até de morte.




FONTE: METROPOLES

O mês de junho não é só dos namorados. A época celebra também o Orgulho LGBT+, e o assunto é tendência nas passarelas desde os desfiles da última temporada – quando grifes internacionais, como a Burberry e Alice + Olivia, exibiram tênis, capas, vestidos, moletons e outros acessórios nas cores do arco-íris.

Este mês, diversas brands de vários segmentos declaram seu apoio à causa. O universo fashion abraça o queer: roupas e acessórios ganham cores e estampas temáticas.


FONTE: IG ()

A  Copa do Mundo começou nesta quinta-feira (14) na Rússia e, com ela, teve início também uma 'segunda copa'. Trata-se da 'Rainbow Cup', uma campanha de protesto e resistência da comunidade LGBT contra a homofobia no país-sede do Mundial. 




FONTE: Newsletter da LSVD Berlin - Brandenburg

Amanhã, 14/06/2016, a Copa do Mundo dos Homens começará na Rússia. Em sua política de direitos humanos, a Fifa se comprometeu a trabalhar pela proteção dos direitos humanos e combater a discriminação baseada na orientação sexual em todas as suas atividades.
Christian Rudolph, Conselho Federal da Associação de Lésbicas e Gays (LSVD), explica:





FONTE: EL PAIS

O Brasil é o país que mais mata LGBTs do mundo. Segundo um levantamento do Grupo Gay da Bahia, em 2017, foram 445 mortes de pessoas LGBTs

Era aniversário da cidade. Festa na praça. Eu vi o pai dela de longe (ele me secava com se quisesse eliminar a minha existência). E em seguida, eu vi ela. E ela sorriu para mim. Virei para o lado e só senti as mãos do pai dela no meu pescoço. Com ajuda de amigos, consegui fazer com que ele soltasse do meu pescoço.

A marca dessa homofobia ficou no meu pescoço por quase uma semana e foi o tempo que eu também tive de dificuldades para respirar.

Página 1 de 32
Viver amor na família

O amor que nos une, nos torna uma família.

FAMÍLIA
Lei nº 12.010 de 2009 - Artigo 25 : "Entende-se por família extensa ou ampliada aquela que se estende para além da unidade pais e filhos ou da unidade do casal, formada por parentes próximos com os quais a criança ou adolescente convive e mantém vínculos de afinidade e afetividade." (Incluído pela Lei nº 12.010, de 2009)

“Na estação da vida fomos atraídos pelo vagão do destino que nos levou para uma maravilhosa viagem de encontro ao amor.”