Blog
    



FONTE: G1

Bia e Ariane casaram em 2016, após resolução do CNJ obrigar cartórios a registrarem uniões entre pessoas do mesmo sexo. Mesmo assim, neste 17 de maio, Dia Internacional Contra a Homofobia, a equidade está longe de ser uma realidade, especialmente perante à lei.

O Brasil é um dos poucos países no mundo em que o casamento homoafetivo é permitido. O matrimônio ou união entre pessoas do mesmo sexo é reconhecida em ao menos 52 países, segundo dados da associação internacional ILGA (International Lesbian, Gay, Bisexual, Trans and Intersex Association), que monitora as leis relacionadas ao tema há mais de uma década.




FONTE: M DE MULHER

Em 2013 o casamento entre pessoas do mesmo sexo foi regulamentado por aqui. Nesta página, três casais de mulheres falam sobre a mudança em suas vidas.

Há cinco anos o dia 14 de maio representa, para a comunidade LGBTQ+ brasileira, muito mais do que uma data qualquer no calendário. É que desde então, em 2013, o casamento homoafetivo finalmente passou a valer no Brasil, permitindo, inclusive, a conversão de união estável em civil.




FONTE: MANNSCHAFT MAGAZINE - Por: Kriss Rudolph - Foto: Fare Network

De acordo com um relatório recente, o canto discriminatório no estádio e a homofobia na Rússia continuam a aumentar, indicando um problema profundo, bem como a falta de medidas preventivas por parte dos clubes de futebol.


FONTE: GAY1

Com tema “Eleições – poder para LGBTI+, nosso voto, nossa voz”, a 22ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo será realizada no dia 3 de junho de 2018. Considerada a maior parada do mundo, o evento político é organizado pela ONG APOGLBT-SP, juntamente com outras ONG’s, militantes e outros setores da sociedade civil.

Em 1997, a primeira Parada LGBT era realizada em São Paulo, na Avenida Paulista, com o intuito de reunir gays, lésbicas, bissexuais, travestis, transexuais e toda a população que protestavam contra as violências e o preconceito. No ano seguinte, surgiu então a Associação do Orgulho GLBT de São Paulo (APOGLBT-SP), que ficou responsável pela organização do evento.

FONTE: CONJUR

A partir do momento em que é adotada por outros pais, uma pessoa perde os vínculos com a família biológica e, por consequência, o direito à herança. Com esse entendimento, a 7ª Turma Civil do Tribunal de Justiça do Distrito Federal negou provimento a recurso de uma mulher criada e adotada pelos tios, que buscava inclusão no inventário de seu pai biológico.

Nos autos, a requerente alega que viveu durante 32 anos como filha legitima e biológica do inventariado. Apesar de ter mantido contato com ele, diz sempre ter sido tratada com indiferença e não ter recebido bens ou custeios de estudos como os outros filhos do mesmo. Fruto do primeiro casamento, ela conta que foi abandonada pela mãe com 21 dias de vida, criada e adotada pelos tios diante do desprezo afetivo e financeiro do pai.




FONTE: JN

A Sina Weibo, espécie de Twitter chinês e uma das maiores redes sociais do país, anunciou na sexta-feira passada a proibição de conteúdo online "relacionado com a homossexualidade". Três dias e intensos protestos depois, reverteu a decisão.

Na sexta-feira passada, a Weibo afirmara que, nos próximos meses, iria remover cartoons e vídeos "com pornografia, promoção de violência ou relacionados com a homossexualidade". Em comunicado, a rede social justificou a decisão como um esforço "para criar um ambiente comunitário harmonioso e luminoso" e para fazer respeitar as leis de cibersegurança do país. E adiantava que cerca de 50 mil publicações com o conteúdo "condenado" já tinham sido eliminadas.

Viver amor na família

O amor que nos une, nos torna uma família.

FAMÍLIA
Lei nº 12.010 de 2009 - Artigo 25 : "Entende-se por família extensa ou ampliada aquela que se estende para além da unidade pais e filhos ou da unidade do casal, formada por parentes próximos com os quais a criança ou adolescente convive e mantém vínculos de afinidade e afetividade." (Incluído pela Lei nº 12.010, de 2009)

“Na estação da vida fomos atraídos pelo vagão do destino que nos levou para uma maravilhosa viagem de encontro ao amor.”