Preconceito
    
Domingo, 05 Agosto 2018 22:19

Ser gay é considerado crime em 73 países




FONTE: SUPER INTERESSANTE 

Em "Nanette", Hannah Gadsby conta como foi crescer em uma região onde ser gay era ilegal. Aqui, mostramos como são os direitos para homossexuais no mundo

Na metade de junho deste ano, a atriz e humorista australiana Hannah Gadsby ganhou o mundo. Ela é a voz, a mente e o corpo do espetáculo de stand up Nanette, da Netflix. No show de pouco mais de uma hora, ela subverte a lógica tradicional da comédia ao falar sobre sua homossexualidade, história da arte, saúde mental, violência sexual, movimento #MeToo e como não está mais disposta a fazer piadas autodepreciativas – Hannah mostra como ela sempre causou tensão nos ambientes que habitava, tira esse peso dos próprios ombros e joga a tensão no colo do público. “Essa tensão é de vocês. Eu não vou mais ajudar a se livrar dela. Vocês precisam aprender como é sentir isso”, afirma. É essa jogada de honestidade que a fez virar assunto em todo o planeta e o que tornou seu show um must see do nosso tempo.

Tanto a plateia da Opera House de Sidney onde o programa foi gravado, quanto os espectadores que assistiram ao monólogo deitados no sofá de casa foram atingidos pelo sensível e habilmente construído lastro de tensão, humor e indignação da atriz. Apesar de ela estar se aposentando da comédia, o show foi tão bem recebido pelo público e pela crítica que sua pontuação no IMDb supera as notas do também sucessos da Netflix BoJack Horseman, Master of None e Orange is the New Black.

Hannah conta como ter crescido em uma região muito religiosa da Tasmânia conhecida como Bible Belt (“cinturão da Bíblia”, em português) foi nocivo para sua autoestima e para sua construção da sua identidade – ser gay foi considerado crime na Ilha no sudeste da Austrália até 1997. Ou seja, as pessoas com quais ela convivia na pequena cidade onde morava não só achavam que a orientação sexual dela era “pecado”, como também configurava uma conduta ilegal. Duas palavras para mascarar a homofobia.

Viver amor na família

O amor que nos une, nos torna uma família.

FAMÍLIA
Lei nº 12.010 de 2009 - Artigo 25 : "Entende-se por família extensa ou ampliada aquela que se estende para além da unidade pais e filhos ou da unidade do casal, formada por parentes próximos com os quais a criança ou adolescente convive e mantém vínculos de afinidade e afetividade." (Incluído pela Lei nº 12.010, de 2009)

“Na estação da vida fomos atraídos pelo vagão do destino que nos levou para uma maravilhosa viagem de encontro ao amor.”