Blog
    
Segunda, 20 Novembro 2017 16:22

Multiafetividade e o direito à felicidade

Há uma expressão que não canso de repetir: adoro quem tem coragem de ousar!

Claro que ficar no seu quadrado é muito mais confortável. Só que impede que se veja a realidade da vida, que não para quieta.

As pessoas são as mesmas, há séculos.

O sonho de todos sempre foi – e ainda é – o mesmo: alcançar a felicidade!

Segunda, 20 Novembro 2017 16:22

A falência do sistema da adoção




Maria Berenice Dias

Advogada especializada em Direito das Famílias, Sucessões e Direito Homoafetivo
Ex-Desembargadora do Tribunal de Justiça-RS
Vice-Presidenta Nacional do IBDFAM
www.mbdias.com.br - www.mariaberenice.com.br - www.direitohomaofetivo.com.br


A prioridade absoluta do Estado deve ser com crianças e adolescentes. É o que determina a Constituição ao assegurar-lhes, um punhado de direitos, entre ele, o direito à convivência familiar.

E maior é a responsabilidade quando, afastados dos pais, encontrando-se em situação de vulnerabilidade.

Segunda, 20 Novembro 2017 16:22

Afeto e a ótica da ética



Maria Berenice Dias

A sociedade sempre tentou, sem sucesso, engessar a forma de as pessoas viverem e amarem. Esta resistência – historicamente e ainda hoje – é acompanhada pelo legislador, que tem enorme resistência em flexibilizar este naco do direito que diz com relações interpessoais, no âmbito privado.

Mas de nada adiantou várias Constituições proclamarem que o casamento era indissolúvel. Isto nunca foi verdadeiro.Apesar de, por décadas, a lei punir quem ousasse descumprir os deveres matrimoniais; se relacionasse com uma pessoa casada e até quem era fruto de um relacionamento extraconjugal. Tais interdições, mesmo produzindo severas injustiças, não dissuadiram ninguém de buscar a felicidade que não mais encontrava junto ao seu cônjuge. Afinal, não há mesmo motivo para alguém se submeter ao significado etimológico da expressão “cônjuge”, que vem do latim “cum jugo”: peça de madeira ou arreio que mantém juntos os bois que puxam uma carroça.

Segunda, 20 Novembro 2017 16:21

Adoção coletiva

As vezes me pego lendo relatos de algumas pessoas que estão com receio quanto à adoção no que diz respeito se estão prontas, se é o melhor momento inclusive material e vai por ai afora.

Lembro então quando da decisão da adoção de nosso filho mais velho.

Nossa situação financeira não era exatamente de estabilidade. Emocionalmente eu estava enfrentando a partida de minha mãe por conta de um câncer que a devastava a 500km de onde nós morávamos aos cuidados apenas de uma tia muito querida.

Segunda, 20 Novembro 2017 16:21

Depoimento

Saudações, sou o Rogério Cunha, tenho 36 anos de idade, estou oficial de justiça avaliador pelo TJMG há 9 anos e estive policial civil pela Secretaria de Segurança Pública de M.G. por 6 anos. Moro desde os dois anos de idade em Araxá – MG, havendo nascido em Sacramento - MG.

Sou descendente de nordestinos, meu saudoso pai, torneiro mecânico, migrou das Alagoas para São Paulo em 1962, de lá veio para Sacramento/M.G. onde nasci em 1979.
Vim da miséria extrema, filho de um pai torneiro mecânico e uma mãe do lar, esta com esquizofrenia.

Segunda, 20 Novembro 2017 16:21

Bônus sem ônus

Logo que nos casamos fomos morar em um daqueles apartamentos maravilhosos construídos lá pelos anos 70 no bairro de Higienópolis em São Paulo.

Meu marido tinha 08 sobrinhos que logo que me conheceram me adotaram também como tio. Era muito legal pois todos são de origem japonesa e eu o único alemão grandão no meio da sobrinhada. Me apaixonei por todos de imediato.

Vez ou outra, alguns deles – em regime de revezamento – vinham passar o final de semana conosco e era uma farra.

Viver amor na família

O amor que nos une, nos torna uma família.

FAMÍLIA
Lei nº 12.010 de 2009 - Artigo 25 : "Entende-se por família extensa ou ampliada aquela que se estende para além da unidade pais e filhos ou da unidade do casal, formada por parentes próximos com os quais a criança ou adolescente convive e mantém vínculos de afinidade e afetividade." (Incluído pela Lei nº 12.010, de 2009)

“Na estação da vida fomos atraídos pelo vagão do destino que nos levou para uma maravilhosa viagem de encontro ao amor.”