ABRAFH
    

ABRAFH

A ABRAFH, Associação Brasileira de Famílias Homoafetivas, nasceu em 2013, depois de uma audiência pública na Comissão dos Direitos Humanos do Senado.

Com o objetivo de resguardar os direitos e proteger as famílias de casais e pessoas LGBTQs, a ideia surgiu através de um grupo do Facebook de pessoas que tinham o interesse de compartilhar experiências sobre suas famílias homoafetivas. Hoje, dois anos depois, a associação já conta com mais de 400 membros e busca ganhar mais voz e maior representatividade.

Domingo, 12 Novembro 2017 23:54

Sobre a ABRAFH

No Brasil, atualmente, há um número significativo de famílias homoafetivas ou com membros LGBTI. A ABRAFH surge para preencher uma lacuna decorrente da ausência de legislação específica e para incentivar a elaboração de políticas públicas que assegurem os direitos individuais em uma sociedade cada vez mais plural.

A Associação busca promover o debate e a conscientização da sociedade para cessar as violências verbais (discursos de ódio, bullying) e físicas (espancamentos e assassinatos) contra a comunidade LGBTI, zelando, assim, pelo bem-estar de crianças e adolescentes dessas  famílias.

Registro civil em famílias LGBTI, adoção, técnicas de reprodução assistida e jurisprudência existente estão entre os temas prioritários para a ABRAFH.

Viver amor na família

O amor que nos une, nos torna uma família.

FAMÍLIA
Lei nº 12.010 de 2009 - Artigo 25 : "Entende-se por família extensa ou ampliada aquela que se estende para além da unidade pais e filhos ou da unidade do casal, formada por parentes próximos com os quais a criança ou adolescente convive e mantém vínculos de afinidade e afetividade." (Incluído pela Lei nº 12.010, de 2009)

“Na estação da vida fomos atraídos pelo vagão do destino que nos levou para uma maravilhosa viagem de encontro ao amor.”