Diversidade
    
FONTE: OBSERVATÓRIO G 

O número de heterossexuais oficializando união no Brasil caiu 2,3% em 2017, mas esse percentual subiu entre as pessoas do mesmo sexo. Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

De acordo com o IBGE, as Estatísticas do Registro Civil apontaram que, ao todo, foram registrados 1.070.376 casamentos ao longo de 2017, um decréscimo de 2,3% quando comparado com o ano anterior.
FONTE: AGÊNCIA BRASIL - Karine Melo - Repórter da Agência Brasil
A partir desta segunda-feira (26), deve começar a tramitar no Senado a proposta que cria o Estatuto da Diversidade Sexual e de Gênero. O texto, proposto pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), recebeu parecer favorável da senadora Marta Suplicy (MDB-SP) na Comissão de Direitos Humanos da Casa, na última quarta-feira (21). Com isso, assim que for lido no plenário do Senado, ganhará um número e passará tramitar como projeto de lei.
A minuta do texto, elaborada em 2011, foi entregue ao Senado no ano passado, com o apoio da Aliança Nacional LGBTI [lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e intersexuais] e de 100 mil assinaturas. Os fundamentos são os princípios da dignidade da pessoa humana, da igualdade, da liberdade e da não-discriminação, presentes na Constituição federal e na base do sistema político e jurídico brasileiro.

A ABRAFH, Associação Brasileira de Famílias Homoafetivas, nasceu em 2013, depois de uma audiência pública na Comissão dos Direitos Humanos do Senado.

Com o objetivo de resguardar os direitos e proteger as famílias de casais e pessoas LGBTQs, a ideia surgiu através de um grupo do Facebook de pessoas que tinham o interesse de compartilhar experiências sobre suas famílias homoafetivas. Hoje, dois anos depois, a associação já conta com mais de 400 membros e busca ganhar mais voz e maior representatividade.

Domingo, 12 Novembro 2017 23:54

Sobre a ABRAFH

No Brasil, atualmente, há um número significativo de famílias homoafetivas ou com membros LGBTI. A ABRAFH surge para preencher uma lacuna decorrente da ausência de legislação específica e para incentivar a elaboração de políticas públicas que assegurem os direitos individuais em uma sociedade cada vez mais plural.

A Associação busca promover o debate e a conscientização da sociedade para cessar as violências verbais (discursos de ódio, bullying) e físicas (espancamentos e assassinatos) contra a comunidade LGBTI, zelando, assim, pelo bem-estar de crianças e adolescentes dessas  famílias.

Registro civil em famílias LGBTI, adoção, técnicas de reprodução assistida e jurisprudência existente estão entre os temas prioritários para a ABRAFH.

Página 1 de 2
Viver amor na família

O amor que nos une, nos torna uma família.

FAMÍLIA
Lei nº 12.010 de 2009 - Artigo 25 : "Entende-se por família extensa ou ampliada aquela que se estende para além da unidade pais e filhos ou da unidade do casal, formada por parentes próximos com os quais a criança ou adolescente convive e mantém vínculos de afinidade e afetividade." (Incluído pela Lei nº 12.010, de 2009)

“Na estação da vida fomos atraídos pelo vagão do destino que nos levou para uma maravilhosa viagem de encontro ao amor.”